Oficina de Crafts, Faixas, Stencil e Bandeirão confirmada!

Bandeirão Correnteza UFAL

Bandeirão Correnteza UFAL

             Os acampamentos contarão com espaços diversificados. Debates, oficinas, atividades culturais e esportivas, serão distribuídas pelos dois dias que ficaremos em Bananeiras/PB. O sábado à tarde dedicaremos as oficinas para que possamos aprofundar nossas habilidades políticas e culturais.

             Acabamos de confirmar a oficina de “Crafts, faixas, stencil e bandeirões”, que será ministrada por Mona Spinassé, estudante de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas e militante do movimento Correnteza. O famoso bandeirão do Correnteza (UFAL) tem a assinatura de Mona e em nosso acampamento contaremos com os ensinamentos dela sobre como fazer parecido em nossas universidades. Se liga.

P.S.: Esta oficina tem lotação máxima de 15 pessoas. Inscrições pelo rebelesenaune@gmail.com

Anúncios

Movimentos estudantis convocam acampamentos regionais

Cartaz do acampamento regional Norte-Nordeste

Cartaz do acampamento regional Norte-Nordeste

           Nos últimos meses, particularmente em junho, vimos se multiplicar no Brasil protestos, passeatas, manifestações e lutas da juventude brasileira. Estas multitudinárias mobilizações alcançaram todo o país e chegaram a colocar milhões nas ruas, reivindicaram mais direitos para a juventude, mais educação, mais saúde, mais qualidade de vida. A luta pelo passe-livre se popularizou e as ruas demonstraram à nossa geração qual o caminho: derrubamos a tarifa em mais de 100 cidades!

                As jornadas de junho confirmaram o que já dizíamos há anos: a copa do mundo não é nossa. Esta copa, orgia financeira da FIFA e dos patrocinadores, é um absurdo, num país que vive um caos na saúde com pessoas morrendo em filas nos hospitais, e onde a educação ocupa a 88ª posição no ranking mundial. A maioria dos jovens que foram às ruas no pais inteiro são universitários. Não impulsionamos as jornadas de junho, mas com certeza estávamos e estamos em sintonia com a indignação que tomou conta do pais.

                O movimento REBELE-SE na UNE existe desde 2005 e tem se tornado um importante instrumento dos estudantes universitários na luta por seus direitos. Hoje, somos a maior corrente de oposição a direção majoritária da União Nacional dos Estudantes (UNE) e juntamente com as outras correntes da Oposição de Esquerda da entidade, organizamos a resistência ao projeto antidemocrático e antipopular de educação que o atual governo tem colocado em prática.

          É exatamente para fortalecer essa construção coletiva, que a coordenação do movimento universitário REBELE-SE e alguns movimento estudantis convocam dois acampamentos regionais para 24 e 25 de agosto na Paraíba (Norte e Nordeste) e nos dias 31 de agosto e 1 de setembro em Minas Gerais (Sul, Sudeste e Centro-Oeste). Reuniremos os militantes destes movimentos para discutir ações conjuntas e o caráter do movimento universitário na atual conjuntura do país. Vem com a gente construir a universidade que queremos no Brasil que sonhamos!

Cartaz do Acampamento Regional Sul-Sudeste-Centro-Oeste

Cartaz do Acampamento Regional Sul-Sudeste-Centro-Oeste

CRUSP POPULAR vence eleições da AMORCRUSP

Craft convidava os estudantes para dialogar com os integrantes da chapa

Nos dias 22 e 23 de novembro de 2012 aconteceu a eleição para a diretoria da Associação de Moradores do Conjunto Residencial da Universidade de São Paulo (AMORCRUSP). Sendo a maior moradia universitária do Brasil, o CRUSP foi sede de congressos da UNE e da UEE-SP e abrigou lutadores pela democracia e liberdade na época da ditadura militar, sendo inclusive invadido pelas tropas militares várias vezes.
Segundo Xavier Jr. ex-presidente da gestão Unidade Cruspiana: “A principal vitória da gestão que agora se encerra é exatamente passar a entidade com um prestígio e uma base de apoio entre os moradores muito superior ao de antes. Basta ver que duplicou a quantidade de votantes na eleição da última para esta, que ultrapassou os quinhentos votantes”
A chapa de continuidade da gestão Unidade Cruspiana chamava-se CRUSP POPULAR, e foi a vencedora do processo eleitoral com 274 votos, seguida pela chapa RETOMADA (chapa ligada ao PCO e a LER-QI) com 184 votos e 67 para a chapa PRA FRENTE CRUSP (ligada a estudantes ligados à reitoria).
Desejamos a nova gestão um ano de muitas lutas e vitórias por uma política de permanência que atenda cada vez mais as necessidades dos estudantes e nos colocamos a disposição para ombrearmos esta e outras lutas que virão!